Atividade Física: Qual é o Limite?

Tempo de leitura: 2 minutos

Atividade física faz bem pra saúde mas…

Qual é o preço?

Correr, pedalar, jogar futebol, musculação… mas…

Em qualquer circunstância?

Muitas evidências científicas vem discutindo a quantidade e qualidade da prática de atividades físicas. Quais são os níveis ideais para promover a saúde e a longevidade? Váriaveis como volume, programas de treinamento, níveis de resistência e intensidade devem ser revistos. Em suma, todos aqueles exercícios para o desenvolvimento de um alto desempenho cardíaco e maior aptidão cardiorrespiratória precisam ser analisados.

Os estudos mostram, de forma consistente, que atividade física regular de intensidade moderada é altamente benéfica para o sistema cardiovascular a longo prazo.

Exercícios extremos podem provocar elevações agudas da troponina I cardíaca e-peptídeo natriurético tipo B e evidência de disfunção miocárdica transitória. “Lesão de esforço cardíaco” é o termo que sugerido para esta conseqüência cada vez mais comum do quanto mais exercício melhor.

Muitos atletas de resistência experientes possuem lesões por overuse ortopédicos, tais como fascite plantar, tendinite de Aquiles, dores nas canelas, e condromalácia patelar. Contudo, lesão de esforço cardíaco pode estar associada a resultados mais ameaçadores. Inclui-se as arritmias cardíacas, envelhecimento prematuro do coração, fibrose do miocárdio, ruptura da placa e trombose coronária aguda, e até mesmo morte súbita cardíaca.

Durante um estudo realizado na Alemanha, por 10 anos, o grupo mais sedentário possuía 2 vezes maior risco de infarto do miocárdio ou acidente vascular cerebral e 4 vezes mais risco de morte em comparação com o grupo moderadamente ativos. No entanto…

Os indivíduos que realizaram o exercício extenuante em uma base diária também tiveram uma probabilidade duas vezes maior de morrer de infarto agudo do miocárdio ou acidente vascular cerebral em comparação com o indivíduos moderadamente ativos.

artigo 9

Coletivamente, os dados sugerem que doses moderadas de exercícios são suficientes para conferir longevidade e inúmeros benefícios cardiovasculares. No entanto, doses muito elevadas de atividade física parecem oferecer pouco ou nenhum benefício adicional. O limite superior da dose hipotética para o exercício seguro ainda não está claro.Geralmente mantendo a intensidade, frequência e duração do exercício, de forma moderada, pode ser mais importante para maximizar a saúde e a longevidade.

O Conceito SIn prega hábitos seguros e saudáveis de estilo de vida.  Valoriza a adoção da prática de atividades físicas como um instrumento de potencialização de todas as funções corporais e reforça a importância do profissional de educação física na prescrição do nível ideal de esforço para cada pessoa.

Gostou? Preencha agora os seus dados abaixo e se mantenha informado com todas as novidades em nosso site!

Deixe aqui o seu comentário
Deixe aqui o seu comentário